sábado, 18 de setembro de 2010

ALAN DUARTE DE JESUS

ADRIANO FRANCISCO DA SILVA

SAMUEL SILVA DO NASCIMENTO

DESAPARECIMENTO É COISA SÉRIA!

E sobretudo quando se trata de desaparecimento de criança ou de adolescente!
A Secretaria Especial de Direitos Humanos, órgão subordinado ao Ministério da Justiça do Brasil, baseada em estatísticas extra-oficiais, avalia que, anualmente, aconteçam cerca de 40.000 desaparecimentos, os computados apenas entre crianças e adolescentes. Felizmente, entre 85 e 90% desses casos têm rápida solução.
A razão desta imprecisa estatística decorre do fato de que pais e responsáveis por menores desaparecidos, em sua grande maioria, não registram tais ocorrências junto aos órgãos competentes. Muito pior, é quando não retornam a esses órgãos para solicitar baixas nas ocorrências, quando as fizeram.
Registrar um desaparecimento, não é apenas um dever legal que o responsável por um menor tem, mas também é uma atitude inteligente, pois a pronta comunicação às autoridades policiais permite que equipes altamente especializadas neste tipo de ocorrência entrem imediatamente em ação. Lembre-se de que nas primeiras 24 ou 48 horas as chances de localizar um desaparecido são muito maiores, pois as pistas ainda são recentes.
Sempre que possível, providencie o R.G. (carteira de identidade) para o seu filho. Além disso, mantenha disponíveis fotos sempre recentes, nítidas e coloridas. Sempre tiradas de frente e também de perfil, pois nunca se sabe se serão necessárias.
Em caso de dúvida, bastará dirigir-se à delegacia policial mais próxima de sua residência, onde certamente lhe será oferecida completa orientação.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

BRUNO HENRIQUE SANTOS SILVA

MARIA CRISTINA BARBOSA MOREIRA

FAMYLA GOMES SOBRINHO

EMERSON DIEGO DA COSTA CORREA

TUANE LIMA DOS SANTOS

MONIQUE ELLEN MARQUES

KAREN JULIANA SANTOS

JANIELE DOS SANTOS MORENO

LUANA CAROLINA DE ALMEIDA

LUCAS KAUAN MUNIZ DA SILVA

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Alerta Amber - O Brasil Precisa Implantar



As investigações sobre crianças desaparecidas no Brasil não avançam. Em reportagem veiculada no Domingo Espetacular do último domingo, um repórter, com câmera escondida fez uma denúncia de desaparecimento em uma das delegacias de São Paulo. O que se viu foi no mínimo revoltante. Nenhum interesse, nenhuma compaixão ou plano diretivo, imediato de busca. Disseram que o repórter teria que esperar 24 horas para registrar a queixa, enquanto isso deveria percorrer hospitais, ruas e até o IML. Este não seria um trabalho para a polícia? O fato é que 24 horas é tempo decisivo o que torna as buscas ainda mais difíceis. A mesma reportagem disse que o Brasil está modificando as leis para que o registro do desaparecimento seja feito imediatamente. Pelo menos na internet não existe orientações sobre esta mudança. Nem mesmo nos sites oficiais sobre desaparecimentos.

Os Estados Unidos implantou um plano de buscas denominado Alerta AMBER , através dele, muitas crianças foram resgatadas com vida das armadilhas dos raptores. A implantação do AMBER no Brasil seria uma alternativa na prevenção e resolução de casos de desaparecimentos.

O que é o Alerta AMBER?
 


Desde sua criação em 1996 o programa já ajudou a recuperar com segurança 495 crianças.É um programa de parceria voluntária entre as empresas de radiodifusão, agência de transportes e da indústria para ativar um boletim urgente. O objetivo do Alerta Amber é mobilizar toda a comunidade para ajudar na busca e recuperação da criança.
Como surgiu o Alerta AMBER?

Amber Hargeman tinha somente nove anos de idade quando desapareceu. Foi raptada enquanto andava de bicicleta nas proximidades de sua casa. Seu corpo foi encontrado quatro dias mais tarde flutuando em um riacho, com o pescoço cortado. A tragédia comoveu a comunidade de Arlignton. A cidade juntamente com os pais de Amber começou uma mobilização para mudar as leis sobre crianças desaparecidas. Estava claro que encontrar rapidamente uma criança desaparecida era de fundamental importância.
“Entre as crianças que são mortas pelo raptor 74% são mortas nas três primeiras horas após o rapto. Uma mobilização rápida aumenta a probabilidade de salvamento".

Alerta AMBER se transformou em Lei nos EUA

Em Janeiro de 2003 o Ato Nacional da Rede de Alerta Amber foi aprovado pelos legisladores dos Estados Unidos. O ato determina um coordenador do Alerta Amber dentro do departamento de Justiça Americana e dos fundos governamentais para treinamento e equipamento dos usuários do Plano nos níveis locais e estatais. Nos Estados Unidos e em muitos outros países o Plano de Alerta AMBER está salvando vidas.

O Sucesso do Plano AMBER

Em apenas seis meses de implantação na Califórnia o Alerta Amber salvou 20 crianças de seus raptores. Ao que uma senadora californiana destacou:
“No mundo todo, o legado da menina Amber Hagerman está ajudando a recuperar crianças raptadas, retornar jovens fugidos a suas famílias, e a localizar pacientes com a doença de Alzheimer (dementes) que estejam perdidos. Para muitas crianças, o Plano significa a diferença entre a vida e a morte. O AMBER veio muito tarde para a menina Amber, mas felizmente não veio tarde demais para as crianças raptadas hoje e no futuro.”
No Brasil, não existe sequer um plano conjunto das policias: Municipal, Estadual e Federal. Movimentos em defesa da flora e da faúna são bem mais organizados que o sistema de buscas por pessoas desaparecidas . Quando o governo brasileiro despertará para essa causa?

ASSINE A PETIÇÃO E AJUDE-NOS A CRIAR UM PROJETO DE LEI SEMELHANTE AO 
ALERTA AMBER NO BRASIL. ESSA PETIÇÃO SERÁ ENCAMINHADA À CÂMARA DOS
DEPUTADOS E AO SENADO FEDERAL. 

http://www.petitiononline.com/amber_br/petition.html

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

ROBSON OLIVEIRA DO NASCIMENTO

ADRIANA PONCHON

WILLIAM NUNES DE OLIVEIRA

ANA LUIZA FERNANDES MOURÃO

JONATHAN DENIS VIERA YUNINO

RAFAEL SILVA MESQUITA

FLÁVIA VALE CARNEIRO

RICARDO PEREIRA CAETANO

WALLACE DA SILVA XAVIER

LAIS FERREIRA SCHARDOSIM

AILTON RODRIGUES SOARES

ANDREIA DOS SANTOS SILVA

STEPHANY DE SOUZA LOPES

TAMARA CASSIA MANGUEIRA DE SANTANA

LILIANE FERREIRA DA SILVA

LUIZ FELIPE RIBEIRO DA CRUZ

ADRIANA BORGES E SILVA

NATALIA ALICE SANTOS DE OLIVEIRA

MAXWELL SANTOS BORGES

ANNE ELIZABETE DA CONCEIÇÃO MORAIS

ANA CLAUDIA LIMA SILVA

LUIZA DA SILVA

ALINE DA SILVA