sexta-feira, 18 de julho de 2014

Polícia diz que menina não foi estuprada por sequestradores em Tapiramutá

A Polícia Militar informou que a menina de 11 anos, que ficou desaparecida por seis dias, na cidade de Tapiramutá, a 350 km de Salvador, não foi estuprada. Inicialmente a 24ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) de Jacobina havia informado que a criança foi sequestrada e estuprada por dois homens, Lucivaldo Bastos Rodrigues, de 40 anos e Mario Junior Santos Viera, de 25 anos.

A polícia esclareceu que como não há perícia técnica em Tapiramutá, a menina foi levada a um hospital da cidade e um médico atestou a violência sexual. No dia seguinte, a menor foi encaminhada a perícia de Jacobina e após exames, o médico perito informou que a menina não foi vítima de abusos sexuais.

De acordo com a Polícia Militar, Rodrigues e Vieira não serão investigados pelo crime de estupro, permanecendo somente a investigação de outras condutas relacionadas ao desaparecimento da criança. Os pais da menina afirmaram que não sabiam do sumiço da menor, já que a criança mora em outra casa com a avó.

A menina foi encontrada na casa de Rodrigues, na localizada na rua do Largo, nº 75. A polícia chegou até o local após abordar o vizinho de Rodrigues, que informou onde a menina estava.

 

fonte>>http://noticias.r7.com/bahia/policia-diz-que-menina-nao-foi-estuprada-por-sequestradores-em-tapiramuta-12072014

Nenhum comentário:

Postar um comentário